Procurando por algo?
Navegação por Categoria

Trips

Dicas para viagens econômicas

Autor:
dicas_viagens_economicas

Resolvi falar de um assunto que muitas pessoas sempre me perguntam, como consigo viagens baratas. Vocês que me acompanham aqui pelo blog e no insta, sabem que gosto muito de viajar e no ano passado fiz um bocado de viagens.

Sempre que tenho alguma viagem marcada e comento quando estou tendo de custos básicos, as pessoas ficam surpresas, tanto que hoje em dia, minhas amigas, primas, sempre me ligam pedindo ajuda. Claro, em algumas viagens acabo gastando mais, porém tento ao máximo enxugar custos, principalmente, em relação a hotel e passagem.

Não estou falando de viagens mochilão e sim viagens que consigo passagens e hotéis com preços bons!

IMG_9032

Vamos a dicas!

  • Planeje com antecedência! Isso pode soar como algo básico, porém muitas pessoas ignoram, resolvem ver a viagem 2 meses antes, e isso é pouco. O tempo mínimo que você deve planejar uma viagem, principalmente internacional, são com 4 meses de antecedência, assim economizará.
  • Primeiro item a comprar: passagem! Uma viagem inicia na passagem, para vocês terem ideia, para eu viajar no ano novo, no mês de junho já começo a pesquisar os preços e compro a passagem no máximo até agosto, após esse período a chance de conseguir uma promoção é bem mais difícil. Baixe o aplicativo dos Melhores Destinos, lá apita promoção de passagem o dia inteiro, vale a pena ficar de olho. Outro lugar que consulto sempre é o Decolar, você consegue cadastrar seu e-mail com um filtro informando para onde quer ir, data e o preço que quer pagar, quando tiver passagens nessas condições eles te enviam um e-mail. Porém quando planejo uma viagem, normalmente faço busca de preços todos os dias.
  • Segundo item: hotel! Depois que compro a passagem, já começo a ver o hotel. Antigamente eu reservava tudo pelo Booking, porém muitos hotéis você paga apenas quando chega no local, pode ser bom pois você ganha um prazo, porém pode ser ruim, devido a oscilação do dólar (para viagens internacionais), atualmente procuro ir para o exterior com o hotel pago. Consulto o Booking para ver as avaliações e fotos, lá é ótimo para isso, um site completo, hotéis nacionais reservo por lá.  Procuro fechar o hotel, para viagens internacionais, pelo Decolar ou Hotéis.com, nesses sites você consegue parcelar o valor já convertido para real. Além disso, algumas vezes costumo ir na agência da CVC ou MGM, alguns hotéis eles possuem bloqueio e conseguem preços ainda melhores, consegui isso no resort de Cancun e em Las Vegas.

Obs.: Há o Airbnb, lá você aluga aptos e casas direto com o proprietário, há quem prefira! Nunca fechei nada por lá, não sei como funciona a forma de pagamento, porém já me falaram que é bom.

  • Passeios! Depois que o dólar explodiu, aumentou imposto e incluiu o IOF nos cartões, eu tento viajar com o máximo de coisas pagas direto do Brasil e em real, assim fujo dos impostos de cartão de crédito. Nas últimas viagens comprei passeios pelo Decolar, lá você paga com seu cartão de crédito o valor em real e ainda consegue parcelar. Outro site ótimo para passeios, é o BR Viator, tem passeios do mundo inteiro e com um preço excelente, menor que outros sites, porém lá você paga em dólar e não parcela, não é igual o Decolar. Já comprei nos dois sites e recomendo, não tive problemas.
  • Locação de Carro! Saímos do Brasil com a reserva do carro feita também, porém esse valor não muda muito conforme vai chegando próximo a viagem, o que influencia, é a disponibilidade de modelo de veículo. Normalmente fechamos pela Hertz e pela Sixt, uma vez fechamos pelo Decolar, para ir com tudo pago, pela agência Trift e foi péssimo, carro velho, uma fila enorme para pegar o carro no aeroporto, não recomendo, a experiência foi ruim.
  • Compra Moeda Estrangeira! Depois que o governo aumentou os impostos de cartão de crédito, compramos a moeda aqui. Pesquisamos bastante casa de câmbio e aqui em Curitiba a que recomendo é a Oliveira Franco, é a que possui a melhor conversão. Lembrando que mesmo levando o dinheiro é sempre bom ter um cartão de crédito, ele é essencial para locar o carro e dar entrada no hotel, por exemplo. Além disso, sempre recorremos a ele nos últimos dias de viagens, às vezes o dinheiro acaba! rsrsrs….
  • Seguro de Viagem! Já ia me esquecer desse item, porém ele é fundamental, sair do Brasil sempre com um seguro. Sempre fiz pelo site da Mondial Travel ou da Allianz, porém agora não faço mais, no meu cartão de crédito está incluso o seguro. Antes de viajar, veja se seu cartão possui esse seguro, alguns exigem que tenham feito a compra da passagem nele, porém outros não.

* Dica Extra: Milhas! Procure fazer cartão fidelidade nas companhias aéreas que você viaja, assim você acumulará milhas. Além de viagem, também acumulo pelo meu cartão de crédito, atualmente procuro pagar tudo com ele. Confesso que já foi bem mais fácil usar as milhas para viajar, agora as cia aéreas estão dificultando, os trechos estão exigindo mais e mais milhas, porém é sempre bom tê-las.  Eu tenho dois programas de fidelidade: Multiplus e Smiles, já viajei por ambos com milhas, recomendo.

Acho que essas são as minhas dicas de hoje, lembrando que elas são pessoais e que adquiri viajando e com a minha experiência.

bb0b1c613b3dac90ac9b278c357434cd

Como eu disse lá em cima, são dicas para te ajudar a pagar menos nas reservas e não que você gastará menos na cidade turística em si. Os gastos de cidade para cidade são muito relativos, depende muito do seu estilo de viagem, onde gosta de comer, comprar e frequentar, deixamos isso para um outro post.

Espero ter ajudado e se tiver alguma dúvida é só deixar mensagem!

Beijos

Cidade do Panamá: o que vale a pena conhecer

Autor:
panama

O segundo e último post dessa cidade que adorei conhecer. Hoje vou contar o que vale a pena conhecer na Cidade do Panamá que nós fomos.

Em 2 dias você conhece todos os pontos turísticos, claro de uma forma rápida. Nós ficamos 5 dias e conseguimos conhecer tudo muito lentamente, visitar uma ilha e ainda descansar muito.

* Canal do Panamá: O primeiro local que você precisa conhecer é o Canal do Panamá. Ele foi construído para ligar os dois oceanos através de eclusas para que os navios consigam atravessar. É uma obra da engenharia surreal. Eu não sou ligada muito nisso, porém é um passeio que vale a pena.  Fomos na eclusa de um filme sobre o canal. O ideal é chegar exatamente as 9h, horário que tem navio atravessando, ou então apenas no final da tarde, nós chegamos bem cedo e vimos uns 2 navios cruzando. Pagamos U$ 15,00 para entrar.

IMG_7866

* Casco Antiguo: Esse foi o lugar que mais amei. Imagine aquelas construções bem antigas e agora revitalizadas, todas coloridas e cheia de floreiras, o lugar é uma graça. Lá é o lugar ideal para você comprar seu chapéu panamá, você encontra a partir de U$ 15,00. Vá até a Plaza Francia e nela tem uma feira de artesanato, vale muito a pena, produtos lindos e baratos. Em Casco é cheio de restaurante ótimos, conhecemos o Tantalo, um hotel/restaurante/balada que possui um restaurante de comidinhas e a noite o rooftop é uma baladinha, recomendo. Além disso fomos na Cervezaria La Rana Dorada, mesas na rua, 4 chops de fabricação própria e o preço bom. Vale a pena ir no Casco de dia e a noite!

IMG_7867

* Mercado de Marisco: O mercado em si é xexelento e fede, porém no lado de fora dele tem alguns restaurantes que vendem ceviche. Ceviche de salmão, peixe branco, polvo, tem de todos os tipos e você escolhe o seu. Provei o ceviche, uma delícia e custa U$ 2,50. Vale muito a pena, bom e barato. Os restaurantes são simples, não espere glamour, porém aparentemente limpos e fica na beira mar, vale a visita.

IMG_7868

* Causeway: Uma estrada que foi aterrada para ligar a cidade a ilha Flmaneco, então, há mar em ambos os lados. Muito legal para ir no fim da tarde andar de bicicleta, pois lá possui uma extensa ciclovia. A ilha em si, também é legal tem uns restaurantes legais ao ar livre. O propósito de irmos até lá foi conhecer o duty free que fica nessa ilha, porém ele em si não vale a pena, os preços são altos. Recomendo ir andar pela Causeway e ir até a ilha apenas para passear.

IMG_7872

* Biomuseu: Ele é lindo e fica do lado da Causeway, rola conhecer tudo no mesmo dia. O biomuseo é uma obra do Frank Gehry, todo colorido, uma construção diferenciada e possui em volta um jardim enorme e o mar. Achei ele lindo, lindo, o problema que o dia que fomos estava fechado, pois era feriado, não conseguimos ver dentro. O que vi por fora, já vi que vale o passeio.

IMG_7871

* Panamá Viejo: Aqui ficam as ruinas que restaram da primeira Cidade do Panamá fundada em 1534 (acho que é essa data). Lá você encontra algumas partes das residências e igreja da época que sobraram e conseguiram preservar depois que a cidade foi destruída por piratas. O programa é bem cultural, lá dentro tem um museu também, achei esse museu chato e fraquinho, porém o passeio é legal. Um passeio bem rápido, custa U$ 12,00 para estrangeiros. Ao lado do parque das ruinas tem uma feira de artesanato, porém não gostei também, a de Casco é melhor.

IMG_7874

* Shopping: Conhecemos 03 shoppings na cidade, o Multicentro que fica na frente do Hard Rock, ele é super fraquinho, pouquíssimas lojas, não vale a pena conhecer. Fomos também no Albrook Mall, ele é gigante, estilo outlet americano (porém coberto), tem muitas lojas, os preços são bons, porém não gostei também. Cansei só de andar em uma parte, tem lojas de marca e outras populares, não achei que valeu a pena. Conhecemos também o Multiplaza, esse eu super recomendo, ele tem lojas de grife (LV, DG, entre outras) e lojas como Zara, Forever 21 e outras locais. Os preços são bons, mais baratos que o Brasil e uns 10% mais caro que Estados Unidos, porém é um shopping bonito, espaçoso, vazio e possui muitos restaurantes gostosos.

IMG_7877

* Isla Contadora: Essa ilha fica a 80 km da Cidade do Panamá no Pacífico, só é possível chegar de barco ou avião. Fomos com um ferry que sai da Cidade do Panamá e a ilha é bem pitoresca. Para se locomover lá é preciso alugar um carrinho de golfe, não existe automóvel. É uma ilha pequena e tem 12 praias, nos anos 80 era point dos ricos e badalados de Hollywood. Queríamos conhecer uma praia e vimos muitas indicações de lá e resolvemos ir nessa por nossa conta mesmo, pagamos U$ 95,00 por pessoa, ida e volta o ferry, mais U$ 40,00 pelo carrinho de golfe e fomos desbravar a ilha. Não tem muito que se fazer lá, é um lugar para relaxar e curtir a praia. As praias vazias, sem ondas, tudo muito calmo, porém lá existem hotéis para se hospedar e alguns restaurantes também. Recomendo duas praias, a Playa Larga e a Ejecutiva, mar azul e areia branca, você até pensa que está no caribe. Gostei de lá, porém você não encontrará resorts, ou uma super estrutura, é mais simples. Recomendo a visita, porém eu não gostaria de me hospedar por lá, para mim ir um dia foi suficiente.

IMG_7873

Gostaríamos de ter ido para as praias do lado do Atlântico, com o mar do Caribe, vi recomendarem muuuuito San Blas, porém pesquisei e vi que para chegar lá é muito complexo, é necessário ir com caminhonete 4 x 4. E além disso, lá não existe hotel, você dorme em casas de índio, achei melhor não arriscar.

Há possibilidade de fechar pacote com agencia de turismo e fazer passeio bate e volta, porém custa U$ 300,00 por pessoa, nessa altura da vida que U$ 1,00 vale R$ 4,00, não quisemos pagar também! Rsrsrs.. Mas quem tiver interesse, de uma pesquisada no google. Uma dica, o Panamá no lado do Atlântico, chove muito, e San Blas fica desse lado, quando fomos, acompanhamos a previsão do tempo e choveu todos os dias, é bom ficar atento nisso.

IMG_7878

Espero que essas dicas ajudem vocês. As fotos do post foram todas eu que tirei, apenas a de San Blas e do Multiplaza peguei na internet, apenas para vocês terem uma referencia.

Qualquer pergunta me enviem mensagem.

Beijos

 

Cidade do Panamá: dicas

Autor:
dicas_panama

Vamos falar do Carnaval! Esse ano eu e o Thiago queríamos fazer algo diferente, que não fosse caro e fosse perto, então surgiu a ideia do Panamá. Pegamos um voo para lá com stop over em Miami.

Todo mundo me perguntava: mas tem alguma coisa para fazer lá?! Teeem gente! Me surpreendi também, não conhecia nada. Estamos acostumados a escutar do Panamá devido as conexões dos voos para o Caribe, porém é uma cidade muito boa a explorar.

Antes de viajar para um lugar novo, eu adoro ler blogs com experiências e dicas de pessoas que já foram e foi isso que fiz. Achei um blog muito legal, da Lala Rebelo, lá ela dá dicas ótimas do Panamá. Montamos nosso roteiro e fomos.

IMG_7802

O Panamá é um país pequeno, porém banhado por dois oceanos o Pacífico e o Atlântico, a cidade do Panamá fica no lado do Pacífico, nós acabamos não conhecendo o outro lado, porém falam que há praias lindas.

Nesse post falarei da Cidade do Panamá em si e num próximo falo dos pontos turísticos, assim o post não fica enorme.

* Cidade do Panamá – É uma cidade bonita que você vê que está se desenvolvendo. A orla da praia me lembrou muito Florianópolis, avenida larga e prédios altos. Uma coisa que estranhei é que do lado de um prédio moderno tem uma favela, não tem uma divisão. Tem prédios bonitos, porém tem muita casa e prédio caindo aos pedaços, lado a lado, então você nunca sabe distinguir a região que está. Porém me falaram que é uma cidade muito segura, e realmente não vi nada que não fosse.

* Moeda: Eles têm uma moeda chamada Balboa, porém não utilizam, lá circula o dólar americano. Todos os preços estão em dólar e a moeda é aceita em todos os lugares.

* Restaurantes – Há uma diversidade enorme de restaurantes e com a grande maioria com preços acessíveis. Achei a Cidade do Panamá barata se comparado aos Estados Unidos. Com U$ 50,00 um casal faz uma refeição em um restaurante renomado.

IMG_7800

* Transporte – Não vale a pena alugar carro, o taxi é muito barato, o único problema é que eles não têm taxímetro, é necessário negociar o preço antes. Porém, quer uma dica? Use o Uber! Só usamos ele e o lugar mais longe que fomos que foi o Canal, deu U$ 6,00. De verdade é muito barato e seguro.

* Hotéis – Foram construídos muitos hotéis modernos por lá e preços das diárias acessíveis. Tem Sheraton, Hilton, entre muitos outros. Nós ficamos no Hard Rock Panamá, ele é novo, moderno e muito confortável. Hotel 5 estrelas, serviço impecável e preço das diárias muito bom, nós adoramos. Dentro do hotel tem baladas, restaurantes, todos excelentes, porém achei o preço disso alto, esse é o ponto ruim. Enquanto você paga em uma cerveja U$ 3,00 nos bares pela cidade, no bar do hotel custa U$ 6,00.

hard rocj

Essas são as dicas da CDP, no próximo post falarei destalhes dos lugares legais para conhecer, pontos turísticos e praias. Acredito que ainda semana publico ele.

Espero que tenham gostado e se quiser saber algo específico, pode me enviar mensagem.

Beijos

Réveillon New York

Autor:
IMG_6983

Muitas pessoas têm me perguntado como é o réveillon em New York, se é tudo isso que falam mesmo e hoje vim contar os detalhes para vocês.

New York é linda no Natal! Esse é o primeiro item que posso afirmar, todos os boatos são verdadeiros. Imagine tudo enfeitado? NYC é assim. Em cada esquina é uma surpresa, um enfeite com mais detalhes que o outro, as vitrines competindo entre qual é a mais bonita. Fui com uma expectativa e superou, a cidade fica linda. Destaque para Rockfeller Center, Bryant Park e a vitrine da Macys.IMG_6984IMG_6977 IMG_6985

A cidade fica cheia, ou melhor, lotada. Nunca vi tanta gente na minha vida, mais que o réveillon no RJ. As pessoas aglomeradas tentando andar na 5ª Avenida, isso é um inferno. Se é a primeira vez que vai para NYC, e você quer ir para fazer turismo o meu conselho é, não vá. A cidade está lotada, qualquer ponto turístico que você tente ir tem fila e não é pouca, fila de 2h. Empire States estava demorando 3h para subir, os museus mais de 1h, patinar no gelo a fila era enorme, eu fiquei 1h para conseguir entrar no Museu do 11 de setembro.

O legal é fazer programas alternativos, vá passear pelo Soho, conheça a Little Italy que fica ali também, vale a pena. Além disso, você encontrará muitas galerias de arte por lá. Conheça o Brooklyn, faça passeios de locais, eu fiz isso e foi excelente. Comecei a ir em restaurantes não tão badalados e passear em lugares fora do circuito turístico, estava bem mais vazio, tranquilo e ainda conheci lugares novos.soholittle_italybrooklyn_heightsbrooklyn_bridge

Uma coisa que ouvi dizer muito foram das promoções após Natal e fui na esperança de fazer boas compras, porém não é tudo isso que falam. Algumas lojas têm sim, porém são apenas alguns itens e não a loja inteira como contam por aí. Então, já vá sabendo que não existem essas promoções todas.

Quando fala de réveillon, você já pensa na festa da virada de ano. Todo mundo me disse: fuja da Times Square, lá é um inferno. Sim, eu nem passei perto de lá no dia 31, já bastou o dia 30 que passei por lá e não consegui andar direito, imagino na virada. Lá na Times Square dura 15 minutos a festa, depois acaba tudo e todo mundo vai embora e esvazia a rua em questões de minutos. O ideal é ir em alguma das festas ou jantares que tem pela espalhado cidade, porém é ir com sua entrada comprada, pois na hora é dificil conseguir. Existe um site muito bom para ver a festa e comprar o seu ticket, New Years Eve Central.

Nós queríamos algo tranquilo, que não fosse balada e tivesse algo para comer. Os jantares nos hotéis estavam muitos caros, em torno de US 250,00 por pessoa, para nós que precisamos multiplicar por R$ 4,00, não valia a pena. Resolvemos então procurar uma opção com custo/benefício dentro do que podíamos pagar e achamos a Artichoke Basilles Pizza, U$ 79,00 por pessoa, incluso fatias de pizza, dj e bar liberado até as 01h. Valeu muito a pena, foi muito, muito bom. Estava tranquilo, sem fila para comer ou beber, todos os alcoólicos do bar disponível, sofás para sentar e o item fundamental: a melhor pizza de NYC. Estava bem animado, fizemos uns amigos e nos divertimos muito. A única coisa ruim é que acaba cedo, as 02h havia acabado tudo e todo mundo foi embora.IMG_6995Fica a dica, quem for a NYC é parada obrigatória o Artichoke Pizza. Você precisa ir e comer a pizza de alcachofra. Não tenha preconceitos, prove, é MUITO gostosa. Junto da alcachofra vem queijo, muito queijo, nunca provei nada igual. O preço é bom, custa U$ 5,00 a fatia, e é uma fatia bem grande. A pizzaria fica aberta até de madrugada e a noite sempre enche lá. IMG_6997Para se locomover por NYC, use o metrô, funciona muito bem e nós só utilizamos ele, inclusive, após a festa de réveillon, estava cheio e foi super seguro. Vale a pena comprar o passe livre por uma semana, nós pagamos U$ 31,00 cada.

Uma dica boa e tranquila de NYC para fazer no Natal, no Brooklyn tem o bairro Dyker Heights, lá há alguns quarteirões com casas enfeitadas e decoração natalina. Fomos e valeu a pena, as casas ficam lindas e dá vontade de tirar foto de tudo. Algumas inclusive abrem a garagem com decorações e você pode entrar e tirar fotos. Sabe aquele lugar que você se sente no clima natalino mesmo? É lá. As casas ficam no Dyker Heights, na 11th Avenue até a 13th Avenue, entre 83rd à 86th St.IMG_7002IMG_7003IMG_6998Essas são as dicas! Eu já conhecia NYC, porém foi a primeira vez que passei réveillon. Valeu a pena? Valeu sim, adorei, porém, tentei fazer ao máximo programas alternativos, pois a cidade fica muito cheia nessa época. Além de tudo é frio, frio, frio, então vá preparado.

Beijos

About Me

Meu nome é Isabella Caravaggio.
Taurina, teimosa e uma consumista assumida. Adoro moda, adoro beleza, adoro ler, adoro viajar, enfim adoro novidades!

Leia Mais »

Instagram

Snapchat

  • Snap02.jpg

Mais Populares

8614964_orig Aussie desembarca no Brasil

Oie Meninas! Já sabem da novidade? O queridinho Aussie acaba de desembarcar no Brasil! É isso mesm...

Publicidade

  • isak2.gif